segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Natal é ser solidário

Ontem o Terreiro do Paço, em Lisboa, encheu-se de bicicletas por uma causa: ajudar quem mais precisa. Foram centenas bicicletas para todos os gostos. Pasteleiras, clássicas ou antigas, de dois, de seis, eléctricas, dobráveis, etc., de Lisboa mas também da Moita, Alcobaça, Caldas da Rainha e da Murtosa.

Todas, juntaram mais de uma tonelada de bens alimentares para a Legião da Boa Vontade, que agora os vai distribuir por famílias carenciadas. Foi um bom Domingo, solidário.

Aqui fica a reportagem da SIC.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Festival da Bicicleta Solidária



A Câmara Municipal de Lisboa e a Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta vão organizar dia 18 de Dezembro, domingo, a partir das 10h00, o Festival da Bicicleta Solidária, no Terreiro do Paço. O vereador do Ambiente Urbano José Sá Fernandes vai juntar-se à causa e pedalar pela solidariedade.

O passeio tem como objectivo a recolha de bens alimentares não perecíveis, tais como, arroz, massas, azeite, conservas ou óleo alimentar, entre outros, que deverão ser trazidos pelos participantes e que serão posteriormente doados a instituições de solidariedade.

O percurso do passeio a realizar durante o evento “Festival da Bicicleta Solidária” tem aproximadamente 6,5 km. Inicia-se no Terreiro do Paço às 10h30, seguindo até ao Rossio, Praça dos Restauradores, Praça Marquês de Pombal, Rua de Braamcamp, Largo do Rato, Rua de São Bento, Av. 24 de Julho, Cais do Sodré, terminando no Terreiro do Paço.

Durante o evento vão decorrer várias actividades como animação de rua com o grupo Kumpania Algazarra, uma corrida de orientação AlleyCat, cicloficina para pequenas reparações e um encontro de bicicletas antigas.

Para os participantes que se desloquem para Lisboa através da Fertagus, o transporte do passageiro acompanhado da sua bicicleta é gratuito até às 10h30. O regresso para a Margem Sul pelo mesmo meio é igualmente gratuito entre as 13h00 e as 14h30.

Mercado de Natal no Mercado de Santa Clara - Programa de Actividades


• Quinta 15, às 18h30
Concerto de Natal
pelo Coro Preparatório do Coro Infantil da Universidade de Lisboa, dirigido por Erica Mandilo e acompanhado ao piano por João Lucena e Vale
Entrada livre

• Sábado 17, das 10h30 às 13h
A minha cozinha: o 1º Ateliê da Michèle
por Michèle Miranda
Ateliê para crianças a partir dos 8 anos
Artes plásticas: pintura, recorte, colagem em volta do tema da cozinha a partir de uma caixa
Material necessário: trazer uma caixa de sapatos e uma tshirt velha
Custo: 20 euros / criança
Inscrição prévia. Máximo 15 crianças

• Sábado 17, das 15h00 às 17h00
Filhoses das nossas terras
Por doceiras vindas de diferentes regiões do país.
Showcooking onde serão cozinhadas diferentes filhoses características de diferentes zonas do país
Entrada livre

Domingo 18, à tarde
Showcooking "Sabores de alheira"
pela Escola de Hotelaria e Turismo de Mirandela Entrada livre

• Segunda 19, das 14h00 às 17h
Biscoitos de Natal - ABC: amassar, “biscoitar”, “caixinhar”
por Jorge Ribeiro
Ateliê para crianças a partir dos 6 anos
Cozinha e Artes plásticas
Custo: 20 euros / criança
Inscrição prévia. Máximo 15 pessoas

• Quarta 21, das 18h às 20 h
Showcooking: Brownies
por Graça Vasconcellos
Entrada livre

• Quinta 22, à tarde
Preparar o Peru: do Mercado para a Mesa
por Teresa Pinto Leite
curso de cozinha onde se aprende a desossar e rechear o peru.
Custo: 80 euros / pessoa (preço inclui o peru recheado que cada participante levará consigo, pronto a meter no forno) Inscrição prévia

Inscrições:
Centro de Artes Culinárias – Mercado de Santa Clara Campo de Santa Clara – 1100-472 Lisboa
Email: info@centrodasartesculinarias.com
Telefone: 218 853 211

Urban Sketchers em Benfica



mais informações.

Lx Trenó 100% Eléctrico



Reportagem de Helena Sousa e Dias, RTP, sobre o “LX Trenó 100% Eléctrico”, o autocarro 100% eléctrico, não poluente, que está a circular na Baixa lisboeta, de forma gratuita e até 24 de Dezembro, uma iniciativa da Câmara de Lisboa para promover o comércio tradicional. Vai fazer o percurso entre a Praça do Comércio, Rua da Prata, Praça da Figueira, Rua da Betesga, Poço do Borratém, Martim Moniz, Rua D. Duarte, Praça da Figueira, Rua da Betesga, Rossio, Rua do Ouro e Praça do Comércio. As paragens da Carris já existentes ao longo deste itinerário serão as mesmas para este veículo de 66 lugares, 23 dos quais sentados, um para utentes com mobilidade reduzida. O autocarro circulará entre as 10h e as 21h, com o objectivo de dinamizar o comércio local do centro histórico de Lisboa e reduzir o trânsito de automóveis particulares diminuindo, desta forma, as emissões de CO2 e de partículas para a atmosfera.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Mercado de Natal no CAC


A Câmara Municipal de Lisboa e a Associação As Idades dos Sabores promovem, entre os dias 4 e 23 de Dezembro, o Mercado de Natal no Centro das Artes Culinárias, no Mercado de Santa Clara, em Lisboa. O evento tem por objectivo valorizar, promover e disponibilizar produtos alimentares portugueses de qualidade, no reconhecimento do valor e da dignidade do trabalho dos produtores nacionais. O mercado vai está aberto das 13h00 às 20h00, com entrada livre.

O Mercado de Natal é um roteiro gastronómico onde vão estar presentes os produtos portugueses tradicionais, numa mostra variada com todos os ingredientes para uma deambulação por paladares e aromas de Trás-os-Montes ao Algarve: doçaria tradicional, frutos secos, legumes, queijos, vinhos, azeites, enchidos, compotas, licores e muitos mais. E também demonstrações culinárias, cursos, ateliers para crianças, livros, velharias, música e contos.

Portugal reúne-se, assim, à mesa do Centro das Artes Culinárias num jogo de sabores, aromas e de imagens. Convidámo-lo a estar connosco.

Para mais informações, http://www.centrodasartesculinarias.com/

foto de Sara Pinto Soares

Mercado de trabalho partilhado

O Mercado do Forno do Tijolo, em Lisboa, vai disponibilizar 120 espaços de trabalho partilhado, por um custo de até 150 euros mensais, segundo a proposta de lançamento do concurso público internacional, hoje aprovada pela Câmara Municipal.

Os mercados municipais querem-se mais activos, dinâmicos, com mais e diferentes ofertas.

Esta é, sem duvida, uma boa notícia para o Mercado do Forno de Tijolo, nos Anjos, em Lisboa.

Fado: Património Imaterial da Humanidade


Celebra-se hoje no Coliseu com uma gala com alguns dos maiores nomes da música nacional.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

LisboaBIO



Lisboa recebe a primeira Feira Nacional de Produtos Biológicos cem por cento portugueses, em mais uma iniciativa da Câmara Municipal de apoio à produção nacional.

Dias 25, 26 e 27 de Novembro, o Centro das Artes Culinárias, no Mercado de Santa Clara, abre portas para mostrar o melhor que se produz em Portugal em agricultura biológica, estando representados 87 produtores nacionais. Chocolates, pão, vinhos, queijos ou o lançamento da primeira conserva de atum dos Açores em azeite biológico, são alguns, entre centenas de produtos que podem ser degustados e adquiridos até ao próximo domingo.

A LisboaBIO vai divulgar uma grande diversidade de produtos portugueses todos provenientes do modo de produção biológico que vão estar à venda e em degustação. Haverá ainda o lançamento de novos produtos, showcooking com chefs que vão confeccionar iguarias exclusivamente com produtos biológicos e palestras sobre a agricultura biológica, certificação dos produtos e as hortas urbanas de Lisboa.

Todos os dias, haverá espaço para degustação de produtos de todas as regiões do país, de norte a sul, passando pelas ilhas; showcookings às 14 horas (sexta-feira com Nuno Barros, chefe do Taberna 1300; sábado com Bertílio Gomes, chefe distinguido em 2009 com o Prix Chef de l’avenir” pela Academia Internacional de Gastronomia; e domingo com Maria Paola Porru, dos restaurantes Casanova, Casanostra e Pizza a Pezzi); e palestras às 16 horas (“A importância da Agricultura Urbana em Lisboa”, sexta-feira por Duarte Mata, CML; “Agricultura Biológica: porquê e como”, sábado, por Angelo Rocha, da Miosótis; e “Controlo e certificação dos produtos de Agricultura Biológica, domingo, por António Mantas, da Sativa, organismo de controlo acreditado).

A Feira funcionará entre as 12 e as 20 horas na sexta-feira, dia 25, e entre as 10 e as 18 horas, sábado e domingo. A entrada é livre.

Em Portugal produzem-se centenas de produtos biológicos, em todas as regiões do país e dos mais diversos tipos de produtos, sendo inclusive reconhecidos e premiados pela sua qualidade.

Venha conhecer o país dos produtos biológicos portugueses ao Centro das Artes Culinárias!

Programa completo aqui.

Melhor Evento Público Europeu foi em Lisboa




O Mega Pic Nic, que contou com mais de meio milhão de visitantes, em Junho de 2011, na Avenida da Liberdade, em Lisboa acaba de ser distinguido, na cerimónia de entrega dos EuBea – European Best Event Awards 2011 que decorre hoje em Milão, com o prémio que distingue o melhor evento aberto ao público.

Esta distinção reconhece a importância do evento que se realizou em Lisboa, co-organizado pela CML, e que coloca a cidade, uma vez mais, como palco dos grandes eventos internacionais.

Parabéns a todos os envolvidos.

Noite Solidária no Cais do Sodré

A Câmara Municipal de Lisboa vai apoiar, através do Banco de Voluntários, a iniciativa “Cais do Sodré Solidário”, organizada pela Associação Cais do Sodré, que decorre hoje, dia 24, a partir das 18 horas e que junta vários estabelecimentos da Rua Nova do Carvalho.

Assim, a Associação vai promover uma festa com o objectivo de fazer uma recolha de bens alimentares que serão posteriormente doados a Instituições de Solidariedade Social de Lisboa, que se encarregarão de os distribuir por famílias carenciadas.

Os bens alimentares mais necessários são azeite (0,75l), óleo alimentar (1l), feijão (800gr) e açúcar (1Kg). Estes produtos serão trocados em local identificado na Rua Nova do Carvalho por senhas da seguinte forma: azeite, três senhas; óleo alimentar, duas senhas; feijão e açúcar, uma senha.

Cada uma destas senhas permite consumir, no dia do evento, uma imperial, uma água ou um sumo nos estabelecimentos aderentes: Copenhagen, Viking-Bar, Oslo, Bar do Cais, Liverpool, Ménage, Bar do Cais, Restaurante Rio Grande, Restaurante Rosinha de S. Paulo, Sol e Pesca, Bar da Velha Senhora, Povo, Roterdão, Musicbox Lisboa, Europa, Tókio e Jamaica.

Contamos com vossa presença e principalmente com a vossa participação!

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Câmara de Municipal de Lisboa reduz frota e reforça aposta na mobilidade eléctrica



A Câmara Municipal de Lisboa aprovou hoje, em reunião, uma proposta que visa a redução de 118 veículos a gasóleo para 70 exclusivamente eléctricos da frota municipal de ligeiros. O aluguer de 70 novos veículos, que vão equipar os serviços técnicos e operacionais da Câmara Municipal de Lisboa, é o número indispensável para o bom funcionamento dos mesmos. Esta proposta será agora submetida à Assembleia Municipal de Lisboa.

Esta opção traduz-se numa poupança de mais de 173 mil euros anuais em combustível, a preços actuais, e numa redução de mais de 1076 ton CO2 por ano. Trata-se de um beneficio inequívoco para a cidade quer em termos ambientais, ao nível da poluição atmosférica e de ruído, quer em termos financeiros.

Considerando a aplicação informática “Veículos Mais Amigos do Ambiente” – Ferramenta de Apoio à Decisão de Aquisição de Veículos – desenvolvida pela TIS, PT para a Lisboa E-Nova, à altura dirigida pela Arq. Livia Tirone, torna-se evidente ser mais favorável a aquisição de veículos eléctricos do que de outro tipo (mesmo considerando 40% o peso do objectivo económico e de 60% o peso do objectivo ambiental).

Lisboa tem sido pioneira na mobilidade eléctrica e será uma das mais avançadas cidades a nível mundial no que respeita à infra-estrutura de abastecimento, que contará com uma rede de 687 postos de carregamento eléctrico até final de 2011.

Em 2005 a autarquia dispunha de 591 ligeiros de passageiros, número que em 2007 era de 428, e que actualmente é de apenas 265, o que representa um corte de mais de 50%, fruto da política de redução de custos do município.

Mãos à horta!

Estão entregues os talhões no Parque Hortícola da Quinta da Granja. Agora mãos à horta!

Ajude a plantar Lisboa!


Dia 26 de Novembro, sábado, serão plantadas por voluntários cerca de 1000 árvores em parceria com o movimento “Plantar uma Árvore”.

As plantações têm lugar na encosta Casal da Sola, a partir das 10h00 (espécies Quercus suber, Quercus faginea e Rhamnus alaternus), e, a partir das 14h00, junto ao Bairro da Boa Vista / Pina Manique (Quercus faginea, Viburnum tinus).

A participação nesta acção é aberta a todos os interessados, que se podem inscrever através da página www.plantarumaarvore.org.

A Câmara Municipal de Lisboa apoia esta iniciativa cedendo as árvores, provenientes dos viveiros florestais municipais, mas também através da disponibilização e preparação do terreno, e do apoio logístico e técnico nos dias das plantações e limpezas.

Desde 2009 que a CML co-organiza a iniciativa “Plantar uma Árvore”, tendo sido plantadas por cidadãos até ao momento perto de 5000 árvores, no Parque Florestal de Monsanto e na encosta do Casal Ventoso.

sábado, 19 de novembro de 2011

Corrupção: TC dá razão a José Sá Fernandes


O Tribunal Constitucional deu razão a José Sá Fernandes e o caso terá mesmo de voltar a ser julgado pelo Supremo Tribunal. Domingos Névoa ainda poderá ser condenado por corrupção.

O caso remonta a 2006, depois de uma denúncia feita pelo advogado Ricardo Sá Fernandes, irmão do vereador, que afirmou ter sido alvo de uma tentativa de Névoa para o usar como intermediário no alegado suborno. Acusado inicialmente de corrupção activa para acto ilícito, crime punível com prisão até cinco anos, Domingos Névoa foi condenado, em primeira instância, a uma multa de cinco mil euros, por corrupção activa para acto lícito. Mas recorreu da decisão e os juízes-desembargadores do Tribunal da Relação de Lisboa deram-lhe razão e revogaram, de facto, a sentença em 2010. Entenderam que Sá Fernandes não tinha "competências legais nem poderes de facto" para "praticar os actos que Domingos Névoa queria", quando lhe ofereceu os 200 mil euros. O empresário foi, assim, ilibado, apesar de provados os factos que deram origem ao caso, e a multa aplicada pela instância anterior anulada.

Acontece que nem Sá Fernandes nem o Ministério Público se conformaram e apelaram ao Supremo Tribunal de Justiça. Num primeiro momento, receberam um "não" como resposta: a sentença da Relação não era passível de recurso, disseram os juízes. Voltaram a insistir, o Supremo voltou a manter-se na sua: a disposição legal invocada para o caso ser reapreciado seria inconstitucional.


É nesta altura que o vereador resolve remeter a questão para o Tribunal Constitucional. O Ministério Público faz o mesmo, embora usando uma argumentação jurídica diferente. (in Público)

Esta é a segunda vitória da semana no combate à corrupção depois da absolvição de Ricardo Sá Fernandes de gravação ilícita.

Foto do Público

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Uma nova rua para as pessoas



A Rua Nova do Carvalho, ao Cais do Sodré, recebeu ontem milhares de pessoas que se juntaram para celebrar a abertura desta artéria aos peões. Abriram as primeiras esplanadas e três novos estabelecimentos, num momento assinalado com a actuação de DJ’s, concertos e projecções.

Esta abertura, que começou a ser definida em Setembro de 2011, só foi possível devido à grande união de vontades e esforços entre o vereador José Sá Fernandes e os comerciantes, que se juntaram em torno de um objectivo comum. Desde a primeira hora, os comerciantes demonstraram uma grande visão e empenho na criação de condições para que esta nova rua possa ser um sucesso e um exemplo a seguir em outras artérias da cidade.

A autarquia retirou os pilaretes dos passeios, a Junta de Freguesia de São Paulo colocou pilaretes retrácteis nos limites da rua de modo a impedir a circulação automóvel e, em breve, o asfalto será pintado, dando-lhe uma nova cor. Além da diversão nocturna, pretende-se que este lugar se torne também, agora, mais vivido de dia.

Depois da Av. Duque d’Ávila, talvez a mais importante reconversão de espaço público na cidade de Lisboa desde a pedonalização da Rua Augusta, Lisboa devolve assim, uma vez mais, o espaço público aos peões em detrimento do automóvel.

Parabéns Lisboa!

Foto de Nuno O'Neill

Desmantelamento do quiosque “Trimar” na Av. da Liberdade


Finda a concessão, iniciou-se esta semana o desmantelamento do quiosque “Trimar” na Avenida da Liberdade, junto à Praça dos Restauradores. Este era o último dos antigos quiosques-restaurante que durante anos ocuparam a Avenida e cuja instalação se iniciou na década de 1980.

Recorde-se que em 2008 a Câmara Municipal de Lisboa, através do vereador do Espaço Público José Sá Fernandes, iniciou um processo de regularização das concessões da Avenida da Liberdade, que culminou com o desmantelamento dos quiosques do “Café Avenida”, em Agosto de 2008, e do quiosque “Passeio da Avenida”, em Fevereiro de 2009, edifícios que não possuíam qualquer utilidade e cujas concessões estavam irregulares.

Depois da demolição do quiosque “Trimar”, que tem a duração prevista de 30 dias, o espaço será requalificado, sendo repostas as condições iniciais em temos de pavimentos. Posteriormente, será iniciada a instalação do sexto e último quiosque Modelo Olísipo, cujo concurso público foi lançado em 2010 e que resultou na abertura, já em Maio de 2011, de cinco novos quiosques, que trouxeram uma nova vivência à principal artéria da cidade.


Foto 1 - Quiosque "Trimar" 2011
Foto 2 - Quiosque "Passeio da Avenida" 2009

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Parque hortícola de Campolide









Já está disponível a classificação das candidaturas a talhões no parque hortícola dos Jardins de Campolide, cuja abertura deverá ocorrer ainda este mês.


Nos próximos dias serão também entregues as chaves dos talhões para o Parque Hortícola da Quinta da Granja.


No total, foram 519 os candidatos a ter o seu próprio espaço de cultivo na cidade de Lisboa, o que releva bem o interesse dos lisboetas na Agricultura Urbana.


Aguarda-se com expectativa os próximos parques!

Fotos tiradas nos Jardins
de Campolide antes do parque hortícola.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Quiosque no Jardim da Parada


Está a decorrer o concurso para a concessão do direito de exploração de um quiosque no Jardim Teófilo Braga (Jardim “da Parada”), em Campo de Ourique.

O Jardim Teófilo Braga situa-se na freguesia de Santo Condestável, ocupando uma posição central no Bairro de Campo de Ourique, a poucos metros do Mercado local. Entre outros equipamentos de lazer, dispõe de um parque infantil.

Os interessados podem consultar mais informações na página da Câmara de Lisboa na Internet ou em www.bizgov.pt.

Até ao momento, desde 2008, já abriram mais de 30 quiosques em Lisboa, fruto de uma estratégia de dinamização do Espaço Público e de jardins, desenvolvida pela Câmara Municipal, e que ajudam a desenvolver a economia local. A localização destes novos espaços de lazer pode ser consultada em http://lisboaciclavel.cm-lisboa.pt/.

Foto retirada aqui.

Hoje há Magusto no Mercado de Santa Clara


Hoje, pelas 18 horas o Mercado de Santa Clara recebe o Grande Magusto, um evento organizado pelos comerciantes do mercado em parceria com o Centro das Artes Culinárias.

Até final do mês, a Castanha é rainha em Lisboa e haverá muitos motivos de interesse para visitar este novo espaço. Aqui fica, em forma de convite, a reportagem do Portugal em Directo, que passou que CAC de Lisboa.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Limpar Lisboa



Reportagem da RTP sobre quem desempenha a nobre função de manter Lisboa mais limpa. A não perder aqui.

Lisboa a pé (e a pedais)

A Câmara Municipal de Lisboa e a Lisbon Walker lançaram um baralho de cartas com 52 + 2 sugestões de passeios a pé e de bicicleta em Lisboa (e Estuário do Tejo, Sintra, Cascais, Almada e Arrábida).

A TVI foi descobrir um: a carta 18, "A Lisboa do genial poeta modernista Fernando Pessoa". Mas há muitas mais, igualmente interessantes. À venda por 15 euros na Livraria Municipal ou em http://www.lisbonwalker.com/.


"Golpe de enxada em terra nova e fofa alimenta a mesa do casal Nascimento"


No jornal Público de ontem.

"É um sonho que se tornou uma realidade"





As palavras são do professor Gonçalo Ribeiro Telles, principal mentor da Agricultura Urbana e da criação de espaços hortícolas nas cidades, na cerimónia de abertura do Parque Hortícola da Quinta da Granja, o primeiro na cidade de Lisboa.



E felizmente este é primeiro de muitos outros a criar em Campolide, Lumiar, Marvila ou Olivais. Para ler mais aqui.



quinta-feira, 27 de outubro de 2011

É Tempo das Castanhas


No Centro de Artes Culinárias no Mercado de Santa Clara.

Convite: Abertura do primeiro parque hortícola em Lisboa





No próximo sábado, dia 29 de Outubro às 10h30, será a abertura oficial do primeiro parque hortícola em Lisboa, situado no Parque Urbano da Quinta da Granja (Av. Colégio Militar).

Com 2 hectares, o novo parque hortícola é constituído por cerca de 40 novos talhões para uso agrícola com 150 m2 cada, casas de arrumos e acesso a água, caminhos pedonais, bancos e uma ligação ciclável, e concluí a segunda e última fase do Parque Urbano da Quinta da Granja.

Dos novos talhões, 18 estão desde já ocupados por antigos hortelões que cultivaram aquele terreno há vários anos e os restante 20 foram alvo de concurso.

Fica desde já o convite a todos os lisboetas para virem conhecer este espaço, que será o primeiro de muitos que a Câmara de Lisboa vai criar nos próximos anos.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

495


A elevada procura nestes dois concursos demonstra que a estratégia da Câmara de Lisboa de fomento da agricultura urbana através da criação de parques hortícolas está no caminho correcto.

Findo o concurso inicia-se o processo de selecção, que deverá estar concluído no início de Novembro. Para os que não forem seleccionados fica já a certeza de que haverá novas oportunidades muito em breve, em vários pontos da cidade.

domingo, 14 de agosto de 2011

A nova Avenida da Liberdade

É inegável que a Avenida da Liberdade mudou muito nos últimos meses... e para melhor!

Os quiosques trouxeram nova vida, os canteiros estão de novo floridos, os gradeamentos dos lagos (que funcionam) e pontes foram pintados, e todo o mobiliário urbano está renovado, com novas cores que não deixam ninguém indiferente. O projecto Happy Liberdade vai permitir renovar mais de 2000 elementos do mobiliário da avenida (bancos, pilaretes e candeeiros) sem custos para a autarquia, e enquanto durar trará mais alegria para quem ali passeia.

Dúvidas houvesse, é ver estas duas reportagens.




Arte Urbana em Lisboa premiada



A intervenção urbana dos brasileiros Gémeos e do italiano Blu na Avenida Fontes Pereira de Melo foi considerada uma das 10 melhores pelo jornal britânico The Guardian. Entre os outros artistas referidos está o português Alexandre Farto, cujo trabalho pode ser visto em Alcântara.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Skate parque no Corredor Verde


Há mais um motivo para conhecer o Corredor Verde de Monsanto. Está concluído desde há umas semanas um novo skate parque, junto ao Campus de Campolide da Universidade Nova e integrado na Rede de Percursos e Corredores Cicláveis.

Além de permitir a prática de desporto, oferece uma excelente vista sobre Lisboa.

Novas cores na Av. da Liberdade!



Para ler também no jornal i.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Snoopy Parade Lisboa



A recém-requalificada Av. Duque D’Ávila recebe até 15 de Agosto a “Snoopy Parade Lisboa”, uma instalação de arte urbana de 20 estátuas com 2,60 m de altura do personagem de banda desenhada Snoopy, recriadas por vários artistas plásticos, pintores e outros autores de inspirado talento artístico.

Inserida nas comemorações dos 60 anos do Snoopy, a exposição tem como objectivo a recolha de fundos para a UNICEF e o programa Escolas para África (www.schoolsforafrica.com). As peças, que poderão ser vistas ao longo da vasta área pedonal da Av. Duque D’Ávila, serão leiloadas em Outubro, mês do aniversário do cão mais famoso da banda desenhada. Os fundos revertem a 100% para a causa solidária.

Ana Sofia Gonçalves |Anna Westerlund | Graça e Gracinha Viterbo pela Barbot| Filipa Modesto pelas Belas Artes de Lisboa| Albuquerque Mendes, Filomena Pimenta, Inês Lousinha, Carlos dos Reis, Ana Teresa Nogueira, Carla Alexandra Silva Macedo, Hernâni Trindade, José Manuel Mendes, Manuel Gonçalo Monteiro, Manuela Lemos, Maria da Conceição Oliveira, Maria do Carmo Serrano, Maria Virgínia Oliveira, Evelina Oliveira, José Emídio e Acácio de Carvalho pela Cooperativa Árvore| Guilherme Parente| Herman José| Ricardo Santos, Hugo Ferreira, Carlos Coelho, Joana Barbino e João Completo pelo IADE| Joana Gancho| Pedro Ribeiro, Vanda Miranda, Vasco Palmeirim e Nuno Markl pela Rádio Comercial |Mariola |Marta de Castro |Nuno Markl e Ana Galvão | Rita Fernandes | Sapo.pt | Urbanos| são, em equipa ou individualmente, os autores das 20 estátuas que dão mais cor a uma das artérias mais movimentadas da capital.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Concurso para restaurante na Tapada das Necessidades



Está a decorrer o concurso para a concessão do direito de exploração do conjunto de edifícios que compõem o antigo “Jardim Zoológico” da Tapada das Necessidades, até 23 de Outubro de 2038, sem prorrogação.

O concessionário deverá efectuar, a expensas suas, a recuperação do conjunto de edifícios do antigo “Jardim Zoológico”, para aí poder instalar e funcionar um novo estabelecimento de restauração e bebidas, de qualidade superior, que ocupará todo o recinto delimitado pelo gradeamento e as construções aí existentes: a casa central e cinco dos torreões. O sexto torreão e espaço circundante, que também terá de ser restaurado, fica reservado para a CML para instalação de um espaço de exposição permanente dedicado à Tapada das Necessidades e à sua história e/ou para prestação de informações sobre assuntos relacionados com a agricultura.

O concurso possibilita a ampliação da área existente em cerca de 200m2 através da construção de dois pavilhões laterais dispostos em simetria com a casa central (com cerca de 90 m2), à qual acresce a área dos cinco torreões anexos (cerca de 25m2 cada).

Prevê-se ainda a instalação de uma esplanada exterior na frente do estabelecimento de restauração e bebidas com uma área de implantação mínima de 36m2 x 2 e máxima de 50m2 x 2.

O valor mensal mínimo é de 500 euros e o máximo de 3000 euros, sendo o prazo para apresentação de propostas até 15 de Outubro de 2011, através do portal www.bizgov.pt.

O Edifício deverá funcionar todos os dias da semana, com o horário obrigatório das 10h00 às 20h00, e aos dias em que seja obrigatório serviço de jantares (ao Sábado, no período de Inverno - Outubro a Março -, e ao Sábado e Domingo, no período de Verão - Abril a Setembro), das 10h00 às 24h00. A esplanada a instalar terá de funcionar todos os dias da semana (de Segunda-feira a Domingo), obrigatoriamente das 10 horas às 18 horas no período de Inverno (Outubro a Março) e das 10 horas às 20 horas no período de Verão (Abril a Setembro). Estes horários poderão ser alargado, mediante autorização da CML.

Mais informações e para obter todas as peças do concurso em www.bizgov.pt.


Próximas intervenções na Tapada das Necessidades


A reabilitação e concessão da exploração do antigo Jardim Zoológico insere-se ainda num conjunto de acções planeadas pela CML para conservação e restauro das principais situações históricas construídas existentes na Tapada das Necessidades, que inclui a Estufa Circular, o Muro de Suporte, a Casa de Fresco, o Lago Circular e o Muro de Enquadramento. Está também previsto o lançamento de uma empreitada para o arranjo de caminhos e rede de drenagem, obras parcialmente já executadas pela CML, e a colocação de iluminação pública, bebedouros e casas de banho públicas no interior da Tapada.

Foi recentemente celebrado um protocolo entre a CML e o Ministério dos Negócios Estrangeiros para a abertura ao público de um parque de estacionamento aos fins-de-semana e feriados, que permite melhorar as acessibilidades rodoviárias ao local.

A Tapada das Necessidades, construída sob o impulso de D. João V, no século XVIII, objecto de diversas transformações e construção de novas estruturas pelos monarcas que lhe sucederam, e inicialmente denominada por “Cerca das Necessidades”, em alusão à cerca do Convento das Necessidades, situa-se na Zona Especial de Protecção do Conjunto do Palácio das Necessidades e desde 1983 que se encontra classificada como Imóvel de Interesse Público.

Esta área, totalmente murada, e classificada no Plano Director Municipal de Lisboa na categoria de «Quintas e Jardins Históricos», possui cerca de 10ha e constitui um conjunto de notável relevância do ponto de vista cultural, histórico, arquitectónico, paisagístico e ambiental. A Tapada das Necessidades constitui ainda um espaço privilegiado de lazer para a população, na sua vertente lúdica e cultural, razões pelas quais a Câmara Municipal de Lisboa (CML), a quem foi cometida a respectiva gestão, por Protocolo celebrado em 23 de Outubro de 2008, pretende garantir a reabilitação e dinamização, quer do edificado, quer dos espaços verdes que a compõem, para que possam ser plenamente fruídos por todos os Lisboetas e visitantes da cidade de Lisboa, de forma generalizada e gratuita.


foto retirada aqui.

...e para a concessão do quiosque do "Jardim das Francesinhas"




Está a decorrer o concurso para a concessão do direito de exploração de um quiosque no Jardim Lisboa Antiga (Jardim “das Francesinhas”). A entrega de propostas é até dia 10 de Agosto através da plataforma http://www.bizgov.pt/.



O quiosque dispõe de casa de banho e de uma área de esplanada. A concessão é válida pelo período de 5 anos, prorrogável até ao limite máximo de 8 anos, sendo o preço mínimo mensal de 500 Euros.

O quiosque e respectiva esplanada deverá funcionar todos os dias da semana, no horário mínimo das 10 horas às 18 horas. Este horário poderá ser posteriormente alargado, mediante autorização da CML.

Requalificado pela Câmara Municipal de Lisboa em 2009, o Jardim “das Francesinhas” situa-se no cruzamento da Calçada da Estrela com a Rua das Francesinhas, junto ao ISEG e à Assembleia da República.


foto retira aqui.


terça-feira, 12 de julho de 2011

Golfinhos no Tejo









Um grupo de cerca de 20 golfinhos, com várias crias, foi avistado no rio Tejo, junto a Lisboa, no passado sábado, dia 9 de Julho. A presença desta espécie no rio Tejo, fenómeno pouco habitual, é um possível indicador de que a qualidade da água está a melhorar, e para a qual contribuiu o desvio dos esgotos que corriam sem tratamento para o rio.

O dia 21 de Janeiro de 2011 marcou a conclusão da obra de desvio dos esgotos da frente ribeirinha de Lisboa, de mais de 100 mil lisboetas, que corriam directamente para o Tejo, para a Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Alcântara. Lisboa passou a ter todos os seus esgotos tratados e, com isso, a contribuir para melhorar o ambiente e a biodiversidade do rio.

O avistamento do passado sábado é uma prova de que o Tejo está no bom caminho.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Esplanadas #2

Esta semana os Serviços da Câmara Municipal de Lisboa removeram várias estruturas que se encontravam fixas ao solo de três esplanadas no Campo Pequeno, que podem ser vistas em baixo, nas fotografias tiradas à cerca de um ano.






Ao longo dos últimos meses, os Serviços da CML tiveram várias reuniões com os concessionários dos espaços, no sentido de encontrar soluções para estas esplanadas, e para as tendas que ali surgiram, violando os regulamentos definidos para este tipo de equipamentos no espaço público.

Das várias esplanadas ali existentes - há várias que funcionam correctamente - apenas três não cumpriram com o solicitado e não removeram as estruturas fixas.


A CML apoia e fomenta a existência de esplanadas em Lisboa e essa tem sido uma bandeira deste Executivo, como provam as inúmeras esplanadas que têm aberto nos últimos dois anos em praças, jardins e miradouros da cidade.

No final da tarde, horas depois da intervenção da CML, o aspecto das esplanadas era este.





Acreditamos que assim se serve melhor os interesses de Lisboa!

Esplanadas #1



É inaugurada este fim-de-semana mais uma esplanada em Lisboa, no Parque José Gomes Ferreira (Mata de Alvalade). Esta, vem juntar-se às dos novos quiosques do Vale do Silêncio e do Jardim Mahatma Gandhi, e às esplanadas da recém-requalificada Av. Duque D'Ávila.

Um bom roteiro para descobrir nos próximos dias.

Lugar à Dança nos jardins

Feira da Liberdade



Depois da abertura dos novos Quiosques Liberdade e do arranjo dos espaços verdes da avenida, a Feira da Avenida da Liberdade está de regresso para animar este fim-de-semana.


Esta iniciativa insere-se numa programação mais vasta da Associação Passeio Público, que pretende contribuir para uma maior dinamização da mais importante artéria da cidade.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Alfacinhas



O Centro de Artes Culinárias (CAC) de Lisboa é hoje inaugurado, às 21 horas, no Mercado de Santa Clara (Campo de Santa Clara), com um baile e um cocktail de alfaces que assinala também a abertura do evento Alfacinhas, que decorre até 1 de Julho neste mercado.

O CAC resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Associação As Idades dos Sabores, e pretende criar na cidade de Lisboa um espaço de interpretação e divulgação gastronómica e de promoção de produtos alimentares portugueses, dando visibilidade a um vasto espólio de equipamentos e documentação sobre o tema. Alfacinhas é o evento com que se inicia a actividade do Centro, escolhido pela ligação deste vegetal, por via da história e das lendas, à cidade de Lisboa e aos lisboetas.

Sugestão: Seja alfacinha e traga um acessório de cor verde ou roxa!

Programação Alfacinhas – 28 de Junho a 1 de Julho

Dia 29 Junho :: 4ªfeira ::
Da Semente à Folha*
> workshop para crianças (dos 5 aos 12) onde serão criadas alfaces usando diferentes técnicas plásticas diferentes
14h-16h

Molhos e Molhinhos*
> workshop de culinária para crianças (dos 5 aos 12)
:Experiências com receitas de molhos para alfaces
17h-18h30

Aos Molhos*
>Show-cooking com cozinheiros e convidados especiais, cozinhando e ensinando a cozinhar diferentes modos de preparar e servir alfaces
Primeira Sessão - 19h - 20h30
Segunda Sessão - 21h - 22h30

Dia 30 Junho :: 5ªfeira ::
Porque somos alfacinhas?*
> workshop de escrita criativa para crianças (dos 5 aos 12) onde serão criados contos fictícios sobre a origem da alcunha ‘alfacinhas’’
14h-16h

Alfaces, Alfacinhas?*
> workshop de culinária para crianças (dos 5 aos 12)
:jogos sobre a história, histórias e receitas de alfaces
17h-18h30

A alface na História e histórias de alfaces
>sessão com contadores de histórias, investigadores de gastronomia e hortelãos convidados.
22h - 24h
participação gratuita

Dia 1 Julho :: 6ªfeira ::
Passar a bola*
> workshop para crianças (dos 5 aos 12)
:confecção e lançamento de bombas de sementes de alfaces
13h - 14h30

Cozinhas em terra*
> workshop para crianças (dos 5 aos 12)
:concepção e cultivo de mini-hortas
15h - 18h

Salada de tons e sons
>banquete de alfaces com Banquete de alfaces com receitas confeccionadas na hora
20h - 23h
entrada gratuita sujeita à lotação do espaço e mediante inscrição prévia no decorrer das actividades dos dias anteriores

* participação gratuita mediante inscrição através de alfacesalfacinhas@gmail.com

sábado, 14 de maio de 2011

Movimento Verde Alfacinha


O MOVIMENTO VERDE ALFACINHA é um festival que decorre durante o fim-de-semana de 14 e 15 de Maio, na Avª da Liberdade, Pq. Eduardo VII e Jardim Amália Rodrigues e cruzará os temas do ambiente, sustentabilidade e bem-estar.

A programação é vasta: workshop de hortas biológicas, workshop para uma casa mais sustentável, um "hospital da roupa" com o estilista Dino Alves com dicas para reutilização de roupa, uma fábrica de poções naturais para crianças e até aulas práticas para fazer sabão natural com cinzas de lareira! Haverá oportunidade de aprender a fazer pratos deliciosos com alimentos naturais e económicos. E para adquirir os produtos mais frescos e naturais, no sábado de manhã, vai existir um mercado biológico na Avenida da Liberdade e ainda um mercado de Antiguidades e Artesanato, entre muitas outras iniciativas. Todas as actividades são de acesso gratuito.

Também este fim-de-semana, com o Movimento Verde Alfacinha, inauguram os novos quiosques na Av. da Liberdade com uma programação musical que inclui jazz, ópera, fado e muitos Dj's.

Programação disponível em:

www.verdemovimento.com
www.facebook.com/verdemovimento

Dia da Família na Quinta do Zé Pinto



Este sábado, entre as 10h e as 12h, as portas da QUINTA DO ZÉ PINTO, em Campolide, estarão abertas a todas as famílias, para que possam passar um dia no campo, sem sair da cidade.

Para assinalar este dia, estão previstas diversas actividades ao longo da manhã, nomeadamente um percurso dos cereais (Da Semente ao Prato), actividades na "Horta da Tia Alice" e a construção de espantalhos (Aqui há Espantalho). As actividades são gratuitas e dirigidas a crianças dos 4 aos 11 anos.

Desde o início deste projecto pedagógico, em Abril de 2009, milhares de crianças, dos 3 aos 11 anos de idade, já tiveram oportunidade de conhecer o processo produtivo de várias culturas, ver de perto máquinas agrícolas pouco habituais em Lisboa e participar em actividades lúdicas.

O projecto pedagógico da Quinta do Zé Pinto, único em Portugal, resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa e a ANPOC – Associação Nacional de Produtores de Cereais, Oleaginosas e Proteaginosas.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Estufa Fria reabre dia 29 de Abril

A Estufa Fria volta a abrir as suas portas já na próxima sexta dia 29.

Depois de vários meses fechada para substituição da estrutura, que se encontrava em risco de colapso, vai voltar a ser possível visitar este lugar único.

Tratou-se de uma obra complexa - pela importância e valor das espécies ali existentes e que era fundamental preservar - mas crucial para o futuro deste verdadeiro museu vivo da cidade e para a segurança dos seus milhares de visitantes anuais.

Para ver (ou rever), em jeito de convite, a reportagem feita há umas semanas pela RTP.




sexta-feira, 15 de abril de 2011

Para aprender a andar de bicicleta (em Lisboa)



A Câmara Municipal de Lisboa, em colaboração com a Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), está a promover cursos de condução de bicicleta em meio urbano, nos dias 30 de Abril, 7, 21 e 28 de Maio.

Estes cursos destinam-se a maiores de 14 anos e vão realizar-se aos sábados, das 08h30 às 13h00, no Parque Desportivo Municipal de S. João de Brito – Avª Brasil, num total de 8 horas por nível de aprendizagem.

O objectivo dos cursos é dotar os participantes de capacidade de circulação em bicicleta, preparando-os para utilizar a bicicleta no quotidiano na cidade de Lisboa, em segurança. Existem dois níveis de aprendizagem: noções básicas e condução em estrada.

Assim sendo, os cursos dividem-se em: nível 1, para pessoas que desejam apenas aprender a andar de bicicleta (quatro sessões de 2 horas); nível 2, para pessoas que já sabem andar de bicicleta mas que gostariam de aprender a andar na estrada (duas sessões de 4 horas).

Caso os participantes não disponham de equipamento, a organização disponibiliza bicicleta e capacete.

Custo total do curso: 18,45€.

As inscrições decorrem até 29 de Abril, através do telefone 21 817 02 00 ou por email para desa@cm-lisboa.pt.

De bicicleta na cidade é melhor!